EMOCIONAR-SE

Lago Principal do Country Clube de Nova Friburgo

Vivemos num palco onde as emoções afloram a todo tempo em nós. E como isso é bom para a nossa alma. Emocionar-se é como ter o poder de iluminar-se e refletir essa luz, contagiando quem te rodeia; é impressionar-se a ponto de sentir o coração tocado; é viver se encantando com a vida, tornando-a o nosso melhor presente, aceitando-a com todo o contentamento possível...
O simples fato de despertar pela manhã, com saúde, tendo a luz do dia, gratuitamente a nos receber, com suas cores e nuances das mais variadas já é uma razão para a emoção. E se isso não basta, o que falar então do sorriso da criança, do abraço amigo e do calor humano que esse ato nos proporciona, da energia que flui do beijo da pessoa amada, do afago do filho, do sorriso inocente do netinho, da alegria desinteressada do cão a nos receber, da certeza de que, hoje, estamos no auge de tudo que pudemos até então alcançar e o quanto ainda poderemos crescer quanto seres humanos... Tudo isso e muito mais, na maioria das vezes, vivemos sem dar a devida importância e são motivos mais que plausíveis para nos emocionarmos e nos sentirmos felizes.  
Quero, sempre, embriagar-me de emoção e quero, também, poder emocionar e acreditar que a vida pode, em todo momento, no seu percurso, refletir uma centelha de luz, me mostrando essa possibilidade.
O meu coração transborda de alegria com a minha emoção. Eu sou tão somente emoção e me entrego a essa sensação.
O meu convite a você é tão somente para dedicar-se e deliciar-se ao exercício desse sentimento tão bom. Não fuja, nem deixe de dar asas à emoção. Quando receber o chamado - e aí, só você mesmo saberá o momento - entregue-se e curta, embriagando-se de satisfação e da paz que o ato irá lhe proporcionar. E se possível compartilhe com quem você ama.
Eu sou o homem, que enraizado, recebe o ar e a luz, reconfigurando toda essa energia para, então, agasalhar um sentimento que me enche de felicidade. Aí, eu sou o poeta, feliz, energizado, iluminado e amparado na proposta de, com minhas palavras, despertar ou reavivar no leitor essa tão pura emoção.


Emocionemo-nos, então!


Luiz Malvino
05out2011

5 comentários:

✿ chica disse...

Nos emocionamos tantas vezes ao ler, ao ouvir uma música, ao ver uma flor nascendo...
Isso é bom, precisamos liberar o que está em nós! abração,chica

Margarida disse...

Como eu te compreendo. Eu também sou toda emoção e adoro.

Cristina Arraes disse...

Retribuindo a visita e com a alma cheia de poesia e emoção que seu blog alimentou. Adorei!abs

Cristina Arraes (amiga de Marcia Segadas)

Regina disse...

Que beleza de texto Malvino. Que bom ver um homem explorar e deixar seu lado "feminino/emotivo" vir a tona, ser parte de sua vida.
Através de suas palavras só não reaviva essa pura emoção quem não quer.
Um ótimo final de semana pra você e Norma.

Myrian disse...

Sempre admirei muito em você esse lado emotivo e sensível.
E você é forte. Tão forte que não se
furta a dizer isto publicamente.
Mas, acho que a chegada do netinho está mexendo muito com você, não está? Para o bem e o bom, logicamente.
Está revolvendo lembranças guardadas no fundo do seu coração.
Estou certa?
Beijo carinhoso.